Depois da tempestade, a Bonanza

Agora que ambas as Feiras Livro, quer no Porto, quer em Lisboa, terminaram, é tempo de fazer um balanço, e remeter o pensamento para os livros que ficaram nos expositores, que poderiam ter caído dentro dos sacos de plástico. É tempo de respirar fundo. Depois, observar atentamente os livros comprados e pegar nestes com anelo. Por lá ficou uma biografia em Francês de Leonardo da Vinci -- uma raridade na zona dos Alfarrabistas --, a Crítica e os Ensaios de Fernando Pessoa, uma Antologia de Poesia Espanhola, e tantos outros, apenas no quiosque da Assírio & Alvim. No quiosque das Edições Quasi, duas descobertas agradáveis no campo da poesia: Maria Madalena Reis, com "Às Portas do Reino" (da Amores Perfeitos) e, finalmente, a antologia de poesia de Francisco José Viegas, "Metade da Vida", editada pela Quasi. Em destaque a seguir, um poema de cada com duas fotografias que os poderão ilustrar. [RPF]