Chanfana à moda de Coimbra


















Para 6 pessoas (aumentar mais 500g de carne para 8 pessoas)

2 kg de Carne de borrego (ou carneiro) tenra e gorda
Azeite (2 colheres de sopa)
Banha (2 colheres de sopa)
1 Cebola grande
2 dentes de Alho
4 Cravinhos
1 Folha de louro
1 a 1 e 1/2 garrafas de Vinho Tinto (de preferência, um monocasta de Baga)
Sal e pimenta q. b.

Corta-se a carne em bocados e introduz-se numa caçoila de barro preto de Moledos. Adicionam-se todos os ingredientes secos. Finalmente, rega-se tudo com o vinho em quantidade que seja suficiente para cobrir totalmente o conteúdo da caçoila. Reserva-se o restante.
Tapa-se a caçoila hermeticamente e introduz-se em forno bem quente (220º C) ou em forno de lenha, o que será bem melhor. Durante a cozedura, que é bastante longa, nunca menos de três horas, não se mexe o cozinhado mas verifica-se a quantidade de vinho e acrescenta-se sempre que necessário. Não só para evitar que a Chanfana se queime como para se obter um preparado com molho.
Serve-se na própria caçoila, envolvida em toalha de linho e pousada sobre uma travessa.
À parte servem-se batatas que foram cozidas com a pele.

(receita de © Maria de Lourdes Modesto - a nossa diva na cozinha -, devidamente adaptada, com contenção, sem acrescentos, publicada na revista Preguiça, do jornal O Independente, n.º 9, de 6 de Outubro de 2000)