O piano de Sassetti

Uma entrevista importante que pode ser lida aqui. Vale a pena. Um excerto:

"Entendo muita da sua música como exercícios de diálogo com o silêncio... Qual é a sua relação com o silêncio? Considera que numa sociedade ruidosa, como esta em que vivemos, o silêncio é uma necessidade? É-o também para si?

É do silêncio que nasce tudo. Para mim, o vazio é sempre o princípio de qualquer representação artística, do real e do imaginário. Isto pode parecer uma teoria muito abstracta mas eu acredito que, mais do descrever o processo, se pode e deve trabalhar este conceito interiormente. Por outro lado, o silêncio na música só pode fazer sentido se existir o seu extremo oposto, imediata ou gradualmente."