Peles


(Retrato Duplo, Três Raparigas, 108 x 127 cm. sobre papel, de Van SoestMeinbert Gozewijn)
O rumor quebra o silêncio/
como uma espada cortando pano grosso,/
rasg, rasg, rasg,/
despindo o ser do supérfluo,/
o vestido de linho sobre a pele de um corpo/
que espera do dedo percorrendo cada poro/
arrepiar-se a curva sinuosa de costuras ocultas,/
imutável,/
a pele de ser fingida denunciada,/
unindo dois mundos numa parceria combinada,/
da nudez com a sua pele.

© Ruben P. Ferreira

0 comentários:

 

Quantcast