Depois

Relembro todos aqueles a quem, de alguma maneira, fiquei ligado ao nível dos afectos. Descobri, contudo, que isso não é comum. A memória afectiva das pessoas desaparece. Até daqueles que nos pegaram ao colo. É pena.
© Ruben P. Ferreira

 

Quantcast