Uma história por dia 24

«O meu nome atravessou sete gerações de homens com o mesmo nome. Cada um desses homens pôs o nome do pai ao primeiro filho. Porém, as mães tratavam os filhos pelo seus diminutivos, para que não houvesse confusões quando fosse preciso chamar pais e filhos, que trabalhavam lado a lado, nos campos, com trigo pela cintura.
Os filhos, contudo, acabaram por acreditar que os seus verdadeiros nomes eram os diminutivos que ouviam atravessando os campos e respondiam a esses diminutivos, construindo ideias sobre si mesmos baseadas neles. Não faziam a mínima ideia de que o seu nome verdadeiro e legal estava adormecido, à sua espera, num qualquer papel, em Chicago, que seria esse nome que teriam de acrescentar a «Mr.» e que seria com esse nome que, um dia, haveriam de morrer.

2/5/80
Homestead Valley, Ca

Crónicas Americanas», ©Sam Shepard, Difel, pag. 60]

[Ruben P. Ferreira]

 

Quantcast