Por agora, ouço o latir de um cão

Hoje estou sentado no mesmo sofá em outra casa. A vista é melhor. O silêncio idem. Consegue ouvir-se. O lugar, embora o mesmo, esclareça-se, freguesia, cidade, etc., parece outro. E por parecer outro consegue fazer sentir no corpo uma amplitude de movimentos bastante mais consistente. Por enquanto, só consigo escrever isto. Daqui a dias, ainda muito menos, mas pode ser que depois da 'faca cortar' com a acutilância digna que só um bisturi pode exercer, algum tempo depois, talvez seja capaz de aqui vir com mais frequência. [Ruben P. Ferreira]

 

Quantcast