1922-2010


Morreu José Saramago. Escritor nobelizado (1998), polemista confesso, ensaísta e pensador. Um homem incompatibilizado com a maldade do mundo, com o horror da atrocidade. É possível haver Deus, um livro Sagrado e uma sociedade a definhar? Ele achava que não. Morreu sem entender a raíz do mal. Fica a obra, que subsiste nessa dúvida, nesse grito de revolta. Nesse ângulo confesso do escritor que se obliterou de crenças, vivendo absolutamente o que esteve à vista. 


 

Quantcast