Bananas 'flambé'

















Para 4 pessoas


5 g Manteiga (1 colher chá)
5 ml Vinho do Porto (1 colher de sopa)
1 colher (chá) de Contreau
2 colheres (sopa) de Açúcar
1 copo e meio de Sumo de laranja
Casca de ½ Limão
Casca de ½ Laranja
2 bolas de Gelado de baunilha e/ou frutos silvestres (com iogurte)
2 Bananas médias
Canela a gosto
40 g de Massa folhada
40 g de Frutos silvestres congelados
2 pacotes de Natas frescas batidas com uma colher de chá de sumo limão e 20 g de açúcar 
Biscoito fino de noz e amêndoas

Descascar as bananas e cortá-las ao meio no sentido vertical. De seguida, cortar horizontalmente em lascas de dimensão média. Aquecer a frigideira, colocar a manteiga, as cascas de limão e laranja. Mexer levemente, sem partir as bananas, deixando-as fritar um pouco até ficarem com uma cor acastanhada. Quando estiverem prontas, acrescentar o sumo de laranja. Deixar cozinhar por mais 1 minutos de cada lado. Quando a calda começar engrossar, colocar o contreau e retirar do lume. Por fim, escorrer as bananas, colocar num prato de vidro e polvilhar com açúcar e canela. Aquecer à chama uma colher de sopa, encher de Vinho de Porto, pegar-lhe fogo e vazar por cima das bananas para fazer o ‘flambé’. Pode servir-se com gelado, a calda por cima, e uma noz grande de natas frescas batidas com uma colher de chá de sumo de limão e 20 g de açúcar - as natas podem ficar de lado. Pode também servir-se sobre uma cama de massa folhada muito fina (como na foto). Se quiser exagerar, com um recheio caramelizado de frutos silvestres e sua calda. Basta aquecê-los em banho-maria com 10 g de açúcar, durante cinco minutos. Decore com um biscoito fino de noz e amêndoa (para armar a sobremesa em altura), língua da sogra em espiral, uns grãos de pimenta e um pedaço de hortelã.

 

Quantcast